6/05/2011

Salmos 19 - 23

Salmo 19 Deus se Revela para Ajudar o Seu Servo

1-6 Deus se revela na criação do universo. A evidência da sua existência é visível a todos

7-10 Deus se revela na sua palavra, que guia o homem

A palavra de Deus é:

Perfeita (7)

Fiel (7)

Reta (8)

Pura (8)

Límpida (9)

Eterna (9)

Verdadeira (9)

Justa (9)

Desejável (10)

Doce (10)

A palavra de Deus age para:

Restaurar a alma (7)

Dar sabedoria aos símplices (7)

Alegrar o coração (8)

Iluminar os olhos (8)

11-13 A importância da orientação divina na vida do salmista

Deus usa a sua palavra para admoestar o seu servo (11)

Guardar a palavra de Deus traz grande recompensa (11)

Davi pede absolvição pelos seus pecados ocultos (12)

Ele pede proteção da soberba para não ser culpado diante de Deus (13)

14 Ele pede que Deus, a rocha e o redentor dele, aceite as suas palavras e os pensamentos de seu coração

Salmo 20 Petição a Deus por Ajuda ao Rei

1-5 Os primeiros versículos deste Salmo se apresentam em forma de bênção dirigida ao rei. Deseja-lhe a resposta de Deus a suas orações, dando-lhe proteção, bênçãos e vitória em nome do Senhor

6-8 O salmista afirma a sua confiança em Deus, mesmo em enfrentar a ameaça de inimigos. O versículo 7 é especialmente importante em todas as épocas, pois a grande tendência de governos humanos é esquecer de Deus e confiar na sua força militar

9 O povo pede que Deus dê vitória ao rei

Salmo 21 A Força de Deus

1-7 O rei se alegra na força de Deus. Confiando em Deus, ele não vacila

8-12 Deus destrói os seus inimigos

13 Ele é louvado por seu poder

Salmo 22 O Sofrimento e a Glória do Messias

Este Salmo é especialmente notável por sua mensagem messiânica. Embora incluindo também as experiências de Davi, a aplicação a Jesus demonstra mais intensamente a sua mensagem. Vários versículos dele são citados no Novo Testamento em referência ao Cristo. Ele mesmo usou as palavras iniciais do Salmo como oração na cruz (Mateus 27:46; Marcos 15:34). Citaremos abaixo algumas outras citações do Novo Testamento

1-21 O Sofrimento do Cristo

O Messias procura o conforto e a proteção de Deus, mas encara o seu sofrimento sozinho (1-2; Mateus 27:46; Marcos 15:34)

Mesmo não vendo a resposta imediata a sua oração, ele não perde confiança no Santo Deus (3-5)

O Cristo foi desprezado e rejeitado pelos homens (6-8; veja Isaías 53:3; Mateus 27:39-43)

O Ungido reconhece a presença de Deus durante toda a sua vida, e pede a sua presença neste momento de tribulação (9-11)

Ele se encontra cercado pelos inimigos na hora de sua morte (12-18; Mateus 27:35; João 19:24; 20:25)

De novo, ele pede socorro de Deus (19-21)

22-31 A Glória de Sua Vitória

Para apreciar melhor a mudança aqui no tom do Salmo, pode ajudar fazer uma pausa entre os versículos 21 e 22

Ele louva a Deus e incentiva os outros a fazerem o mesmo (22-23; veja Hebreus 2:11-12)

Deus merece o louvor porque não deixa os aflitos desamparados (24-26)

Deus merece e receberá o louvor de todos os homens, até de gerações futuras (27-31; veja Filipenses 2:7-11))

Salmo 23 O Senhor É o Meu Pastor

Certamente um dos mais conhecidos dos Salmos, este nos lembra da tranqüilidade do servo que realmente confia em Deus

1-3 O Senhor é o meu pastor. Ele alimenta, guia e cuida de suas ovelhas

4 Deus consola com o seu cajado, dando conforto mesmo nos momentos mais difíceis da vida

5-6 Deus exalta o seu servo acima de seus inimigos, e o acompanha sempre

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deus Abençôe

Postar um comentário