10/30/2008

Mateus 20

20:1-16
Esta parábola ensina sobre a grande diferença entre a graça e o mérito.
Jesus começa com a palavra "porque", mostrando uma ligação entre esta parábola e o trecho anterior. O jovem rico tinha observado os mandamentos, mas ainda não estava preparado para entrar no reino. Os comentários de Jesus depois do encontro com o rico mostram que o reino dele não segue os padrões do mundo. Ele opera na base de graça, não na de mérito.
O dono da vinha contratou trabalhadores desde cedo de manhã, chamando mais às 9:00, às 12:00, às 15:00 e às 17:00 horas.
No fim do dia, ele pagou os trabalhadores, começando com os que trabalharam menos. Ele deu o mesmo valor (um denário, o valor normal de um dia de serviço) para todos. Os que trabalharam o dia todo reclamaram, porque não acharam justo o ato dele.
O dono defendeu sua generosidade com os últimos, dizendo que ele era "bom" e que os que reclamaram tinham olhos maus.
**Obs.: Podemos aprender muitas coisas aqui, até coisas que ajudam quando nos preocupamos demais com "justiça" e nossos supostos "direitos". Mas o ponto principal é sobre o reino dos céus. O dono da vinha é Deus. Ele não paga seus servos na base de mérito (nós todos merecemos a perdição). Ele nos recompensa pela bondade dele. Se alguém que trabalhou menos do que outros recebe a mesma recompensa, Deus deve ser louvado por sua bondade.
20:17-19
Esta é a terceira vez, no relato de Mateus, que Jesus predisse a sua morte (veja 16:21; 17:22-23). Esta vez ele acrescenta um detalhe até então desconhecido: ele seria crucificado.
20:20-23
A mulher de Zebedeu chegou, junto com seus filhos, Tiago e João, para pedir que Jesus desse para eles posições altas no reino dele.
Jesus perguntou se estavam preparados para beber o mesmo cálice que ele beberia. Responderam que sim.
Jesus disse que, de fato, beberiam o cálice, mas que Deus já tinha definido que tipo de pessoa teria as posições que eles pediram.
**Obs.: O cálice representa o sofrimento (26:39,42). Tiago seria o primeiro dos apóstolos mortos por causa de Cristo (Atos 12:1-2). João, na sua velhice, ainda passou por tribulações por causa do evangelho (Apocalipse 1:9).
20:24-28
Os outros apóstolos se indignaram contra Tiago e João. A resposta de Jesus mostra que o motivo desta reação foi a inveja deles. Todos queriam a mesma coisa que Tiago e João pediram.
De novo, Jesus explicou que o reino dele não seria igual aos reinos dos homens. Os maiores no reino dos céus é aquele que serve mais.
20:29-34
Jesus, passando por Jericó, curou dois cegos.
Jesus deixou a Galiléia pela última vez antes da crucificação. Ele foi para o lado oriente do rio Jordão, indo para o sul. As multidões o seguiram, e ele continuou as curando.
-----------

4 comentários:

  1. Preciso dar uma palavra sobre Mateus 20 e gostei do seu estudo , que Deus continue a te abençoar

    ResponderExcluir
  2. Pastor Deloredo7/17/2012

    continue firme irmão... Deus está se agradando do seu trabalho... Deus abençoe...

    ResponderExcluir
  3. Ótima observação e comentário. Que Deus continue abençoando sua vida para que possa alcançar mais vidas para Jesus. Amém!

    ResponderExcluir
  4. ótimo meu irmão, vamos divulgar seu trabalho pois e uma benção de DEUS.......

    ResponderExcluir

Deus Abençôe